”LOBOS da Neve” – Memórias

MEMÓRIAS-LOBOS DA NEVE – [1991-1992-1994]

ACONTECEU NA APPACDM DO FUNDÃO em 2 e 3 de Março de 1991

LOBOS DA NEVE/91

in, MOTOjornal. Coluna dos otards, por Tó Manel, 31/10/1991

ACONTECIMENTOS MOTARDS- LOBOS DA NEVE“O moto clube de Castelo Branco
e Moto Clube de Lisboa convidam os motociclistas nacionais a participarem nos dias 2 e 3 de Março na Concentração Invernal de Motos “LOBOS DA NEVE”.
Como no ano passado este acontecimento terá lugar no Parque de Campismo das Penhas da Saúde.Como todos sabem “Lobos da Neve” é uma organização dos dois clubes supracitados e tem por fim ajudar instituições que pratiquem uma acção humanitária. Este ano iremos ajudar a APPACDM do Fundão.(…) A APPACDM agradece a participação e ajuda de todos os leitores da MOTOjornal.”in, MOTOjornal. Coluna dos Motards, por Tó Manel, 31/10/1991

A Equipe de trabalho:Motards e funcionários da APPACDM Momento de convivio

“No passado dia 2 e 3 de Março, decorreu na Serra da Estrela a II Concentração de Motards. A APPACDM de Fundão, foi convidada para os apoiar na confecção e distribuição de refeições e no trabalho de bar.

Os fundos conseguidos reverteram a favor das crianças e jovens da APPACDM de Fundão.

Valeu a pena! Apesar das dificeis condições que existiram. Mas tudo foi possivel, graças ao esforço dos Motards, Bombeiros Voluntários da Covilhã e principalmente dos funcionários e pessoal técnico da APPACDM de Fundão.”

in, Jornal “Arco-Íris”-Jornal da APPACDM de Fundão – 3ª edição – Janeiro/Fevereiro e Março de 1991.

Serviço de bar da responsabilidade da APPACDM Artigos para venda produzidos pelos utentes da APPACDM

“Por inacreditável que pareça… ASSOCIAÇÃO DE DEFICIENTES ENSINA A LIDAR COM A NEVE . São seiscentos motociclistas, sem barulho excessivos, coisa linda de ver.

Com a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental do Fundão que fornece alimentação e dormida, vieram nos dias 2 e 3 de Março. A acção da APPACDM desdobrou-se em cuidados e trabalhos para tantas refeições depois de um grande nevão.(…)

in, Jornal do Fundão (Correio da Covilhã), 12 de Março de 1991

ACONTECEU NA APPACDM DO FUNDÃO em 7 e 8 de Março de 1992

Graças ao esforço e qualidade dos serviços prestados no ano anterior, a APPACDM foi convidada pelo segundo ano consecutivo, para apoiar a III concentração de motards nos serviços de restauração e animação.

Puseram o velho sanatório a funcionar

(…)Foi o pessoal da Associação e os motards «à medida que iam chegando» que procederam às operações de limpeza mínimas. (,,,) Depois de vários anos de silêncio o velho sanatório voltou a ressurgir de gente. Mesmo sem condições de habitabilidade, este magestoso edificio, de boas e más recordações, continua a ter alguma utilidade.”

in , Jornal do Fundão, 20 de Março de 1992

LOBOS DA NEVE / 94

Mais de 2 mil «motards» «Lobos da Neve» Vieram à Serra

(…) A APPACDM- Delegação do Fundão-foi mais uma vez convidada a dar-lhes assistência, fornecendo alimentação e proporcionando as condições minimas de higiene, habitabilidade e serviço de bar. Como em anos anteriores, a equipa de trabalhadores da APPACDM demonstrou uma capacidade e um espírito de sacrificio invulgares, dando resposta a um trabalho que, dadas as condições precárias e adversas em que é executado e ao elevado número de pessoas envolvidas, exige grande dedicação e entrega.A ligação dos «Motards» à delegação fundanense da APPACDM tem-se cimentado num gesto solidário que merece ser sublinhado. (…)

Pois é eu cresci com este Cenário, daí acreditar que possamos voltar a fazer o mesmo !!

Terras da Beira – 113\99

Terras da Beira






Os originais “Lobos da Neve”  Limpar a má imagem dos motociclistas, ajudando deficientes e crianças abandonadas. Foi este o objectivo que fez da concentração invernal de motas, “Lobos da Neve”, que se realizou pela 11ª vez no passado fim-de-semana, única do género. «Em mais nenhuma parte do mundo se faz uma concentração com o espírito dos “Lobos da Neve”», garantem Jorge Briosa, a quem se deve o nascimento da iniciativa, e Luís Granjeia que há dez anos a acompanha. Isto porque o lucro da concentração reverte a favor de instituições de solidariedade social, uma das formas encontradas para «limpar a má imagem» dos motocilistas. «Temos um aspecto agressivo para quem não nos conhece, porque andamos de mota, com os coletes, as medalhas, as correntes, etc, e então quisemos mostrar a grande percentagem de bondade que temos», explica Luís Granjeia. E foi assim que, a partir do segundo ano, começaram a ajudar os deficientes e as crianças abandonadas. «Dávamos o donativo do que sobrava depois de pagar as medalhas, autocolantes e as refeições», lembra Jorge Briosa. Começaram por ajudar a APPACDM do Fundão, e nunca mais pararam. Cruz Vermelha, Bombeiros Voluntários e ACM da Covilhã, são alguns dos exemplos. Há dois anos repartiram os lucros entre a ACM da Covilhã e pelos moto clubes que ajudaram na organização, sempre destinados a instituições de solidariedade social. «Só demos o dinheiro depois dos moto clubes apresentarem um recibo, ou uma carta, dessas instituições que garantisse que o dinheiro tinha sido entregue», garantem, «só por uma questão de consciência».Este espírito é tão levado a sério por ambos que, se algum dos moto clubes que vierem a organizar a concentração com fins económicos, «deixam pura e simplesmente de usar o nome “Lobos”». «Foi algo que custou muito a criar e não queremos que seja adulterado», argumentam.Em jeito de balanço, Briosa e Granjeia afirmam nunca terem destacado nem promovido moto clube algum. «Trabalhámos sempre em nome de todos os motociclistas», dizem.

Embora este ano tenha sido um moto clube a dar a cara [Moto Clube de Belmonte], «é necessário salientar que é feito por muita gente de todo o lado do país». À medida que os motociclistas iam chegando, começava a distribuição dos coletes e das tarefas. Há, no entanto, um “núcleo duro” que organiza tudo ao pormenor desde a primeira concentração. Uma alcateia, como lhe chama Granjeia.

  No entanto, a ideia inicial desta iniciativa foi pôr as motas a circular no Inverno. «Copiando os vizinhos espanhóis, que já nesse tempo organizavam os “Pinguins”, pensámos fazer uma invernal, e o melhor ponto para a fazer era a Serra da Estrela, onde se mostrava a neve a muitos portugueses que não a conheciam. Criou-se um nome associado à serra – os lobos – e assim se realizou a primeira no Covão D’Ametade, com a colaboração da Moto Clube da Guarda. Correu bem. Contámos com a participação de cerca de cento e cinquenta motociclistas», recordam.

O número de participantes foi aumentando de ano para ano, e a concentração foi ficando cada vez mais longe da serra. Este ano o sítio escolhido foi o Pavilhão da Anil, mas devido a problemas vários a concentração realizou-se no aeródromo da Covilhã. A preparação do terreno e a montagem de toda a estrutura, como sejam as tendas de circo onde se realizaram os espectáculos, os bares, as casas de banho e as barracas da organização, demorou cerca de quinze dias.

Espírito de motociclista

Bem diferente de outros tempos. «Utilizávamos o antigo sanatório da Covilhã e montávamos as coisas à nossa maneira». Como por exemplo as casas de banho. «Comprávamos baldes do lixo e tampas de sanita, virávamos os baldes ao contrário e pregávamos as tampas em cima». «Este ano houve um investimento muito grande e sabemos de antemão que mesmo que venha a dar lucro, nunca vai ser o mesmo que as nossas deram porque o único investimento que tivemos foi o nosso trabalho».

O que importa mesmo é que se crie «um espírito de grupo, de amizade e de confraternização». Em poucas palavras: o verdadeiro espírito motociclista. Espírito esse que, no entender de Granjeia, «não se mede pele tamanho nem pela cilindrada da mota».

Voltando à imagem negativa que as pessoas têm dos motociclistas, Briosa admite que «no meio de nós pode haver quem se fume ou se injecte, mas o problema é deles. O que conta é o espírito». Apesar de todos os excessos que são cometidos nas concentrações, Granjeia garante que é menos perigoso que, por exemplo, um jogo de futebol. «A concentração de Faro teve 20 mil inscrições, mas envolveu perto de 30 mil pessoas, consumiram-se cerca de 60 mil litros de cerveja e não houve uma sessão de pancada. Num jogo de futebol não é preciso tanto para que isso aconteça». Mas, por sua vez, os acidentes envolvendo motociclistas e assistência têm sido uma constante. Os “Lobos da Neve” não fugiram à regra.

É desnecessário dizer que a paixão pelas motas surgiu desde muito cedo. Briosa, 50 anos de idade, natural de Castelo Branco e proprietário de uma pequena firma de tornaria e soldadura, diz ter a impressão de ter sido «”construído” em cima de uma mota». É filho de motociclistas, e os seus filhos vão pelo mesmo caminho. A mulher acompanha-o desde sempre. Granjeia, 42 anos de idade, natural de Braga e delegado comercial, não foi “construído” em cima de uma, nem os seus pais eram motociclistas, mas ofereceram-lhe a primeira duas rodas tinha onze anos de idade.

AJUDA NA HISTÓRIA Se tiveres registos, fotos, noticias, histórias, etc. ,

in, Jornal do Fundão, 11 de Março de 1994

13 comentários

  1. […] A história dos Originais ‘LOBOS da Neve” […]

    • OS LOBOS DA NEVE TINHÃO MAIS INTERE-SE QUANDO DOS PRIMEIROS ANOS ACAMPAMENTO NO SANATÓRIO TODOS PARTICIPAVÃO E ERA UMA GRANDE FAMILIA EM COMFRATERNIZAÇÃO NÃO ESQUECENDO O PESSOAL DOS OLIVAIS QUE ERÃO GRANDES AMIGOS ICLUINTO O USPIA PATACAS CACHANA CARLA ETC.ETC ALGUNS JÁ NÃO SE ENCONTRÃO NO MEIO DE NÓS MAS ESTARÃO SEMPRE NESTA RECURDAÇÃO QUE FORÃO OS LOBOS DA NEVE AO CHEFE BRIOZA E LEDÍCIA UM ABRAÇO SEM ELES NÃO TERIA AVIDO ESTES ENVENTOS COM TANTAS RECURDAÇÕES A TODOS MOTARES UM ABRAÇO.

      • sou fanatico por concentraçoes invernais, gostava de saber se este ano 2015 , os lobos da neve se vai realizar? eu pergunto isto porque nao esta no calendario.

  2. dias 22 e 23 de Junho de 2007 em Mourões – Rossio ao Sul do Tejo, em Abrantes , 3ª edição do Festival “Rock & Blues Biker Fest”.
    Concertos nos dois dias com quatro bandas e dj´s no final da noite, espelho de água,campismo, comes e bebe, desportos, malabarismos, artesanato, motos…
    Entradas GRÁTIS!
    Apareçam e tragam muitos amigos!

  3. Sabado 26 julho
    Ritual Club(s.paio oleiros)
    apresenta

    1a GRANDE FESTA MOTARD
    ELAS NAO PAGAM e SOCIOS DE MOTO CLUBS (entrada)

    -SHOW STRIP
    -MISS T-SHIRT MOLHADA (inscreve-te)
    -EXPOSIÇÃO DE MOTAS
    -PARQUE PRIVATIVO
    entre outras grandes supresas

    RituaL Club- a29, sentido porto-aveiro/aveiro-porto
    saida p.brandao/esmoriz.cortar para s.paio oleiros
    e seguir as indicaçoes “Ritual Club” (nova gerencia)

  4. POR FAVOR ENVIA ME AS FOTOS QUE TIVERES DESSE TEMPO AO AS SAUDADES QUE EU TENHO DESSE TEMPO O ESPIRITO INFELISMENTE ESTA A MORRER………….

  5. ola , gostaria de sabe kuando vai ser a concentracao este ano ?

  6. Gostaria de participar na vossa concentração, pergunto se vai ser montado espaços para comercio estampo t`shirts na hora, gostaria de saber se é necessário fazer alguma inscrição e o valor que se paga pelo local ou se é só aparecer e falar no local com a organisação para pedir um espaço?
    Agradecia resposta o mais breve ,os melhores cumprimentos para esse grupo motard.

  7. A minha primei conçent foi preçisamete nos lobos juntamente com os adegas em no ano 2001 para mim foi uma das melhores conçentraçoes continuo a ser adegas boys embora esteja imigrado na suissa tenporariamente sou um apachonado por motas ze lireu

  8. Ola. Somos os “REVERSE”uma banda rock que tocamos todo o tipo de musica metal etc…De Metalica, guens, dire straite, pink floyd,etc e tambem originais…Os elementos do grupo k somos 4 teem todos alguns anos de esperiença mas o grupo so tem 1 ano de existencia. Por este mei vimos nos convidar a futuros concertos…com os nossos cumprimentos
    “REVERSE”

  9. FELICIDADES A TODOS

  10. Adorei as 4 concentrações que fui aos Lobos da Neve, das melhores.
    Que Saudades..

  11. Vim viver para a Covilhã em 1999 desde então sempre que podia ia as concentrações é com saudade que escrevo isto pois acompanhado ou sozinho ia à concentração quase sempre no aeródromo, bons tempos.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s